jump to navigation

Open Source em grandes negócios: Uma perspectiva em consultoria 2011/02/02

Posted by gsavix in Memorando.
Tags: , , , , , ,
trackback

traduzido por gilberto dos santos alves a partir do artigo de
Thomas Lee,
apresentado na linux.conf.au em Brisbane,
Austrália de 24 a 29 de janeiro de 2011

Existe uma percepção dentro dos grandes negócios de TI, na qual por um fornecedor vender soluções proprietárias, este fornecedor também possuir a melhor maneira em dar o suporte e manutenção necessárias. Isto é uma grande ilusão.

A verdade é que uma determinada solução, passou por várias empresas que foram vendidas e adquiridas mais de sete vezes nos últimos vinte anos, e todos os desenvolvedores originais do produto já não trabalham mais para esta companhia. Ninguém pode seguramente afirmar que o modo que o atual dono do software ou mesmo a equipe atual não codificam e fazem manutenções ao modo “goto spaghetti” nem “manutenções remendos eternos” o que traz riscos críticos a correta operação e manutenção do sistema ou aplicativo.

Passam-se meses antes que uma requisição, memo de pequena mudança, alcance a luz do dia. Misteriosos travamentos são normais. Enquanto isso, o fornecedor cobra uma taxa de manutenção extra para dar ao cliente o privilégio de sofrer menos na lista de espera das correções, pois na maioria dos casos é o único que tem acesso ao código fonte!

Consultores como nós, temos uma obrigação de fazer o melhor possivel para nossos clientes. Nós realmente queremos ganhar alguma reputação advinda do cenário acima? Open Source tem uma posição única na liberdade dos negócios e se livrar desses pesadelos, e nossos clientes precisam ficar livres!

Nesta apresentação, vamos discutir como consultores que sugerem open source, obtêm melhores resultados sobre os competidores que não podem oferecer a liberdade de escolha para seus clientes.

Logo após iremos discutir como consultores, empresas de consultoria podem usar, contribuir para criar um software livre (open source) que entreguem valores reais e mensuráveis nos processos de negócios das empresas. Isto vai muito além do que é normalmente percebido pelas empresas que compram soluções de software.

Serão apresentados exemplos reais nos quais, a empresa na qual trabalho, Shine Technologies, solucionou entregando soluções open source para atigir as necessidades de clientes como Sensis, NAB e Loyalty Pacific.

Tom Lee é um consultor da Shine Technologies, empresa que desenvolve e dá consultoria com escritórios em Melbourne e Brisbane. Pessoalmente ele contribuiu para projetos open source como Python (incluindo configuração na compilação AST-to-bytecode-in-Python no Python 2.6), nodejs e Ruby on Rails.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: